BOLETIM MENSAL DA CONGREGAÇÃO MARIANA nº 189 mês de jan. de 2021

MENSAGEM:

Janeiro: Ano Novo, Vida Nova; esse é o tempo para refletirmos as nossas ações e atitudes. É tempo de nos tornar mais fraternos, caridosos, amorosos, solidários, humildes e, acima de tudo, acreditar cada vez mais no poder de Jesus Cristo, e pensar em tudo aquilo que podemos fazer para honrar o que Jesus fez por nós, para salvar a humanidade do pecado e das tentações. Neste Novo Ano, vamos fazer um propósito, de vida, para livrarmos cada vez mais do pecado, por mais insignificante que seja, e seguir ao máximo os ensinamentos que o Jesus Menino nos deixou!    Que as alegrias do Santo Natal, sejam estendidas durante este ano de 2021; feliz Ano Novo a todos e a todas… Salve Maria!!! (ag).

ANIVERSARINTES DO MÊS DE JANEIRO:

06/01 – Pe. TARCISIO LUIZ BRASIL MARTINS – SDB

11/01 – Pe. SÉRGIO RAMOS DE SOUZA – SDB

13/01 – Pe. NÍVIO JESUS DA SILVA HAMMES – SDB

14/01 – CM SEBASTIÃO TEXEIRA

26/01 – Ir. ANNA TÚLIO – Filha do Coração de Maria

Parabéns aos aniversariantes, que Deus os abençoe com muita saúde paz e prosperidades.

AGENDA DA CONGREGAÇÃO MARIANA, APENAS ON-LINE:

Caros Irmãos e Irmãs em Cristo, Salve Maria! Já que não podemos rezar presencialmente o terço mariano nas famílias, como fazíamos antes dessa pandemia do Covid-19, então, estamos acompanhando o terço radiofônico transmitido pela Rádio Evangelizar na frequência AM-1060, a partir da gravação feita anteriormente pelos participantes das congregações marianas escalados pela Federação das Congregações Marianas da Arquidiocese de Curitiba.

Participamos das Santas Missas dominicais às 10h00 transmitidas ao vivo pelo YouTube da Paróquia São Cristóvão e após, das 11h00 às 12h00 haverá distribuição da Santa Eucaristia, no pátio da Igreja, para as pessoas que assistirem Santa Missa on-line.

(Continuação da Natureza Associativa da Regra de Vida do Congregado Mariano)

  1. C) Finalidades
  2. As Congregações Marianas propõem a seus membros:
  3. a) A busca permanente da santidade pessoal pelo crescimento da vida cristã, no segmento de Jesus Cristo, através de uma “ardentíssima devoção, reverência e amor filial à Virgem Maria e, por esta devoção, e pelo patrocínio de tão boa Mãe, ser bons cristãos e santificar-se” (RC, 1).
  4. b) A santificação pessoal no próprio estado de vida, respeitando a “índole secular própria e peculiar dos fiéis leigos” (LG, 31: CL, 15), de modo que cada um procure “santificar-se em seu estado e, quanto a posição social lhe permitir, salvar e santificar os outros” (RC, 1).
  5. c) A comunhão sólida e convicta com a Igreja Hierárquica, através de uma “fervorosa e incondicional adesão à Santa Sé Apostólica, Cabeça e Fundamento de toda Hierarquia Eclesiástica, mas também pela humilde e dócil submissão às ordens e conselhos dos Bispos locais” (BS, 10), sem esquecer seus direitos (CDC<c.212§2º e 3º).
  6. d) A profissão e o testemunho público da fé católica, “acolhendo e proclamando a verdade sobre Cristo, a Igreja e sobre o homem, em obediência ao Magistério da Igreja que autenticamente a interpreta” (CL, 30).
  7. e) O trabalho apostólico, plenamente inserido na pastoral das igrejas locais e de acordo com as orientações de seus Pastores, visando sobretudo à “evangelização e santificação dos homens e a formação cristã de suas consciências, de modo a procurar permear de espírito evangélico os vários meios sociais e ambientes” (AA, 20; CL, 30).
  8. f) A presença na sociedade humana, de modo que a vida social e profissional do Congregado Mariano, à luz da Doutrina Social da Igreja, esteja a serviço da dignidade integral da pessoa humana e de uma sociedade justa e fraterna (CL, 30 e 37). (Continua)

SALVE MARIA!               Comunicação: Agostinho Gonçalves