BOLETIM MENSAL DA CONGREGAÇÃO MARIANA nº 185 mês de set. de 2020

ANIVERSARIANTES DO MÊS DE SETEMBRO:

13/09 – Marianinho: Gustavo da Silva Lopes; 14/09 – CM. Maria Dorilde Sant’Ana; 17/09 – CM Marlene P.S.W Moreira; 19/09 – Marianinha: Laysa Vitória Lopes; 22/09 – CM. Carlito Wagner Moreira; 15/09 – PE. JUAREZ TESTONI – SDB

Parabéns aos aniversariantes, que Deus os abençoe com muita saúde, paz e prosperidades.

Continuação do Reconhecimento Canônico das CC.MM DO BRASIL (DO MANUAL: REGRA DE VIDA)

  1. A decisão favorável da Presidência com a Comissão Episcopal de Pastoral da CNBB, em sua reunião de 23 de junho de 1963, de acordo com a Legislação Complementar da CNBB aos Cânones 312 – 320 do Código de Direito Canônico.

DECRETO E POR ESTE ATO PROMULGO QUE:

  1. ficam canonicamente erigidas como associação de fiéis de âmbito nacional, com os direitos e deveres disso derivantes, as CONGREGAÇÃOES MARIANAS DO BRASIL, podendo estas usar legitimamente tal denominação, nos termos da autorização de que se fala no Considerando nº 3;
  2. está aprovada a REGRA DE VIDA, a quem se refere o Considerando nº 2, na medida em que concorda com o direito canônico e acolhe as mudanças já proposta pela CNBB, devendo-se, contudo, antes de ser publicada inserir, as modificações solicitadas em adendo a este decreto, que serão objeto de ulterior aprovação.Brasília DF,22 de agosto de l963.
    Festa de Nossa Senhora Rainha
    D. Luciano Mendes de Almeida
    Presidente da CNBBB) DECRETO DE APROVAÇÃO DA REGRE DE VIDA – DECRETO Nº 07/93
    CONSIDERANDO:

1 – O Decreto Nº5/93 desta Presidência, de 22 de agosto de 1993
2 – O atendimento satisfatório das modificações solicitadas pela CNBB:
DECRETO E PROMULGO

Que fica aprovado, “ad experimentum” por um quinquênio, o novo texto da Regra de Vida, podendo ser publicado no órgão próprio das Congregações Marianas do Brasil, para surtir os efeitos de que fala o nº 78 da referida Regra de Vida.
Brasília-DF, 25 de Novembro de l993
+ Luciano Mendes de Almeida
Presidente da CNBB

C) DECRETO DE APROVAÇÃO DO ESTATUTO DA CNBB – DECRETO Nº01/94

CONSIDERANDO a importância histórica das Congregações Marianas no Brasil, como formadoras de legiões de leigos cristãos, apóstolos e testemunhas do Evangelho, em todos os estratos sociais: considerando ainda que a ação protagônica do laicato é mais urgente do que nunca, seguindo o exemplo da Virgem Maria, primeira missionária do Novo Testamento e estrela da Nova Evangelização; tendo em vista a autorização dada pelo Comitê Executivo Mundial das Comunidades de Vida Cristã (cf. Com. Mensal da CNBB 1993, agosto, pag. 1319; a  CNBB, por sua Presidência e Comissão Episcopal de Pastoral, APROVA o Estatuto da Confederação Nacional das Congregações Marianas, na versão de 09 de novembro de 1993, pela Assembléia Nacional da dita Confederação.
Brasília-DF, 22 de fevereiro de 1994
Festa da Cátedra de São Pedro
+Luciano Mendes de Almeida
Presidente da CNBB

SALVE MARIA!                   Comunicação: Agostinho Gonçalves – Fone 99747-2605